sexta-feira, 24 de outubro de 2014

PSD/CDS vota contra o fim das comissões bamcárias: Um Governo ao serviço da banca, um governo ao serviço dos poderosos!

Mais um exemplo: as bancadas PSD e CDS votaram contra três projectos que tentavam o fim das comissões babcárias ou a sua regulação. Chumbadas pelo PSD e CDS. Se existiam dúvidas, aí ficam esclarecidas. resta saber o que fará o PS se for poder de seguida....

Era uma vez um país, Miguel Calhaz

 
 
Era uma vez um país


"Lá num canto desta velha Europa,
era uma vez um país
vivia à beira do mal "prantado",
mas apodrecia na raíz
Reza a história que foi saqueado

mesmo por debaixo do nariz
Triste sina, oh que triste fado,
era uma vez um país
Os mandantes que por lá passavam

eram só ares de "bon vivant"
Viviam à grande e à francesa
como se não houvesse amanhã
Havia quem avisasse o povo

p´ra não dar cavaco a imbecis
Mas caíram na asneira de novo,
era uma vez um país
Esta fábula do imaginário

tão próxima do que é real
Canção de maledicente escárnio
à república do bananal
Que se encontrava em tão mau estado,

andava a gente tão infeliz
E o polvo já tão infiltrado,
era uma vez um país
E lá se vão sucedendo os casos,

grita o povo: "agarra que é ladrão!"
Mas passam belos dias à sombra do loureiro
Enquanto o Duarte lima as grades da prisão
E nunca se esgotam personagens

neste faz de conta que é assim
Raposas com passos de coelho no mato
e até um corta relvas de madeira no jardim
Entre campeões de assalto à vara

e filósofos de pacotilha
Entram nas portas dos submarinos azeiteiros de oliveira às costas
com o ouro da nação p'ra por nas ilhas Cai-mão, cai-pé, 
baixa os braços e as calças e a cabeça e o nariz, 
aqui finda esta história que não tem final feliz"
(era uma vez um país)

quinta-feira, 23 de outubro de 2014

Renegociação da dívida pública: PS mostra o que é, e abstém-se na prposta do BE e vota contra a proposta do PCP...

Lá está: quando o PS lhe cheira ao poder, as suas posições ficam muito coladinhas ao PSD. Hoje abstiverem se na proposta do BE de renegociação da dívida pública, e claro votaram contra a proposta do PCP pois não querem sair da sacrossanta moeda única que é um desastre chamada euro!
Quando estiver no poder votará CONTRA qualquer renegociação da dívida pública. Vai uma aposta?

Manuel Valls quer mudar nome do Partido Socialista Francês....para se encostar com a direita!!

Nos últimos dias Manuel Valls foi violentamente criticado, designadamente por Martine Aubry, ex-líder do PS em França e filha de Jacques Delors, antigo presidente da Comissão Europeia
Nos últimos dias Manuel Valls foi violentamente criticado, designadamente por Martine Aubry, ex-líder do PS em França e filha de Jacques Delors, antigo presidente da Comissão Europeia /  ERIC FEFERBERG/AFP/Getty Images
 
Não é a primeira vez que Manuel Valls o propõe, mas desta feita, porque é primeiro-ministro francês, fá-lo com mais força. Acossado pela ala esquerda do partido e pelo "movimento dos 40 deputados rebeldes" (chamados "les frondeurs") Valls contra-ataca: quer mudar o nome do PSF e propõe alianças com a direita centrista moderada para tentar reforçar a sua atual muito frágil maioria no Parlamento.

Fiel à sua imagem de agitador de ideias e de iconoclasta admirador do trabalhista britânico Tony Blair, o franco-espanhol vai mais longe. Numa entrevista à nova fórmula da revista "Le Nouvel Observateur" (que a partir desta quinta-feira se chama "L'Obs"), responde aos críticos dizendo-se, antes de socialista, "pragmático, reformista e republicano".

Valls acha que mesmo a mudança do nome do partido não deve ser um tabu: diz que deverão ser fundados uma federação ou um movimento, "uma casa comum" aberta aos "progressistas', nos quais inclui os centristas de François Bayrou, antigo ministro da Educação.
 
Assim se confessam os falsos socialistas que nada mais são que gente de direita!!!!

Proposta de OE 2015: porque não se fala do IMI ( e fim da clausula de salvaguarda), e do fim da contabilização dos juros docréditos habitação para IRS, e das rendas para IRS?

A conversa manipuladora da CS continua e continua sem se falar do OE2015 no global. Porque não falam de:
- Fim das rendas de habitação para o IRS- consequências para muitos milhões de inquilinos!
- Fim da contabilização dos juros dos créditos à habitação para IRS
- Fim da clausula de salvaguarda do IMI.

Esta matérias , bem como a fiscalidade verde não são alvo de discussão para ver se passa, para a manada achar que vai pagar menos impostos....

quarta-feira, 22 de outubro de 2014

Durão Barroso, fim de 10 anos de Comissão Europeia. E agora?



Depois desta eleição, onde prometia mudar com competência (!!), Durão ajudou Aznar, Bush e Blair e disponibilizou os Açores para a comeira que decidiu a guerra do Iraque, naquela que foi mais uma mentira ocidental: existiam armas de destruição massiça no iraque. Mentira! Então como recompensa puxaram este medíocre político e lá foi defender a austeridade na mais ortodoxa das instituições europeias na defesa da austeridade: a Comissão europeia. foi um grande defensor da austeridade extrema. acaba hoje o seu tempo na CE. O que fará agora? Agora vai dar palestras em conjunto com o seu amigo Blair, que chega a receber 300 mil euros por ir dizer umas mentiras que o povinho ouve...é assim o sistema alimentado pelo povo que insistem em votar nestes filhos da p.

segunda-feira, 20 de outubro de 2014

Passos Coelho não quer eleições antecipadas!

Ele não quer! Não quer deixar o país respirar um pouco, sonhar um pouco, enfim discutir o futuro que sabemos ser complicado mas queremos um pouco menos complicado. Com esta postura de recusa de antecipadas, cria cenário para uma maioria absoluta do PS ( o povo é assim , come sempre no mesmo restaurante, mesmo quando mal tratado no passado). ele quer destruir mais um pouco, ressabiar mais um pouco, criar mais pouco de desalento! Por isso fica até ao fim porque não temos povo para correr com ele e com Portas!
A senhora em causa na foto nunca o mandaria à merda e esse é um dos problemas deste povo!