terça-feira, 31 de dezembro de 2013

O finar da Loja do Cidadão dos Restauradores ( postado Aventar)

MundoSociedadeEducaçãoEconomiaDesportoCiênciaCulturaCurtasFoto.net HojeO finar da Loja do Cidadão dos Restauradores (Lisboa)

30/12/2013 por Carlos Fonseca 11 Comentários

17 0 i









Esta mastodôntica figura é o secretário de estado da Modernização Administrativa. Tem uma carreira cheia e anafada como ele próprio. Sempre exercida em círculos do poder.



Impulsionado por obesa ambição, em 2008 fundou e foi vice-presidente do partido ‘Movimento Esperança Portugal’, onde permaneceu sempre a mover-se, em louco dinamismo, até provocar o desmoronamento em 2011/início de 2012 do inócuo partido.



Com a agilidade que o move nos meios político-sociais, e de que a imagem da cabeça, pescoço e tronco dilatado é elucidativa prova, chegou ao citado o cargo de secretário de estado da Modernização Administrativa.



Truculento quanto basta, foi a figura escolhida pelo governo de Passos e Portas para extinguir a Loja do Cidadão, no centro de Lisboa, mais precisamente nos Restauradores.



A ‘Loja do Cidadão, agora em extinção, atendia uma média de 3.000 pessoas por dia, ou seja, cerca de 780.000 / ano, com o custo de uma renda de 600.000 euros/ano, equivalente, portanto, a menos de 0,77 euros por atendido.





Nesta azáfama pela exterminação de serviços públicos, ou melhor, na entrega a privados da respectiva exploração, uma das soluções governamentais é utilizar as estações dos CTT, recém-privatizadas. Teremos a oportunidade de verificar em futuro breve qual o custo que os cidadãos, nesses espaços, vão pagar adicionalmente pelos serviços prestados. E mais, dada a exiguidade das superfícies de substituição, a mudança implicará, de certeza, a escassez na variedade de oferta desses serviços.



Caminhamos em sentido inverso ao desenvolvimento e renovação do serviço público em países mais desenvolvidos. Justamente ao contrário do que, por exemplo, sucede no Reino Unido, país em que tais serviços são estimulados e expandidos; a despeito do governo conservador no poder.



Passos Coelho e Paulo Portas, com as trapalhadas da governação em que entrincheiraram o País, perderam definitivamente a noção de qualquer sentido ideológico da acção política. Arrumadas de início a social-democracia e a democracia-cristã, inventam, no dia-a-dia, um neoliberalismo à portuguesa: ‘o que faz falta é lixar a malta’, canta o PM em falsete, replica o outro em gestos largos e não poucas vezes entufados.



Se o agora habitante da ‘Massamá fina’, do condomínio fechado e sofisticado, tivesse em consideração a magreza financeira nacional que apregoa, em vez de encerrar ou diminuir serviços públicos, reduziria o seu gabinete que custa à volta de 150.000 euros por mês, com uma equipa de luxo: Chefe de Gabinete, oito assessores, sete adjuntos, quatro técnicas especialistas, nove secretárias pessoais, uma coordenadora, doze técnicos administrativos, nove elementos de apoio auxiliar e doze motoristas.



Ao todo, somam sessenta e três (63!) funcionários públicos privativos de Passos, o que para um autoproclamado modesto cidadão nos hábitos de vida é comprometedor. Mas, por falta de coerência e de vergonha, é o inverso do exemplo que exige ao País, em claro e pesado abuso dos recursos suportados pelos nossos impostos. Que moral tem este homenzinho, com gabinete sumptuoso nos meios humanos, para invocar ‘as despesas de pessoal do Estado’, quando forja e anuncia contínuos cortes de reformas, pensões e salários, concomitantemente com o aumento de impostos e de taxas moderadoras e de outros custos do que vai restando dos serviços públicos em fase de extinção?



(Adenda: graças a uma observação do comentador Hugo, foi detectado um erro no cálculo do preço por pessoa atentida; o novo cálculo, correcto, reduziu o custo acentuadamente, ou seja, para 1/5 do que havia sido indicado inicialmente. Do lapso, peço desculpa, com agradecimentos ao comentador Hugo.)



Desejo concedido

Desejo concedido.

sábado, 28 de dezembro de 2013

Corte salarial 2014 ; saiba qual o Corte salarial a partir dos 675 euros,que tem caracter "transitório" permanente....

A decisão de aumentar de 600 para 675 euros o limiar a partir do qual os salários dos trabalhadores do Estado serão cortados alargou o universo de pessoas que escapam à redução de 2,5% a 12% prevista para o próximo ano. Do total de 740 mil trabalhadores da administração pública e do sector empresarial do Estado, 19% ficam de fora. Ou seja, são 140 mil.
Fonte oficial do Ministério das Finanças explicou ao PÚBLICO que, “com a passagem do limite de isenção para 675 euros, ficam desonerados de corte perto de 95 mil funcionários públicos”, em comparação com os “cerca de 55 mil” que estavam fora da medida quando o limite era de 600 euros. “Se considerarmos também os trabalhadores do sector empresarial do Estado, o número de trabalhadores que ficam sem qualquer corte ascenderá a cerca de 140 mil”, acrescentou a mesma fonte. 
A decisão de alargar o limite a partir do qual os salários serão cortados foi concretizada na passada sexta-feira através de uma proposta de alteração ao Orçamento do Estado (OE) para 2014, assinada pelos deputados do PSD e do CDS-PP. A medida “custa” 21 milhões de euros, que serão compensados com o aumento da taxa de espectro nas telecomunicações e por uma redução das transferências do Estado para a empresa Estradas de Portugal.
Na conferência de imprensa para apresentar as alterações ao OE, o líder parlamentar do PSD avançou que a suavização dos cortes iria beneficiar 51 mil funcionários públicos face à proposta inicial. Mas, afinal, o impacto é diferente e na função pública acaba por ser inferior ao estimado na semana passada. Com estas mudanças, o total de trabalhadores afectados pelo corte é agora 81% do total. Na apresentação do OE, o secretário de Estado da Administração Pública, Hélder Rosalino, tinha estimado que o corte afectaria 90% dos trabalhadores.
O corte de 2,5% a 12% aplica-se aos salários a partir dos 675 euros, mas da redução não pode resultar um salário inferior a este montante. De acordo com as contas feitas pelo PÚBLICO, os principais beneficiados com a mudança introduzida pela maioria são os trabalhadores que recebiam entre 600 e 675 euros e que na versão inicial do OE viam o seu salário reduzir-se. Mas, na verdade, “devolve”, no máximo, 20 euros. Na maioria dos casos, a mudança no limite implica um ganho, no máximo, de quatro euros, em comparação com a primeira versão da medida.
A alteração ao artigo 33.º, que estabelece uma nova versão dos cortes salariais em vigor desde 2011, incluiu ainda uma mudança na redacção que passa a prever que os cortes ocorrem “durante o ano de 2014”. A intenção é deixar claro que os cortes têm um carácter anual. Isso, contudo, não significa que não possam manter-se nos próximos anos.
Na discussão da proposta de OE, a ministra das Finanças, Maria Luís Albuquerque, deixou a indicação de que a redução salarial no Estado “tem um carácter transitório”. No entanto, avisou, “transitório não significa necessariamente anual”.
Na altura, Maria Luís Albuquerque deixou uma definição muito vaga das condições necessárias para que os salários dos funcionários possam voltar ao nível de 2010. “A sua reversão fica dependente da evolução das condições objectivas que permitam voltar a aumentar as remunerações no sector público, sem pôr em causa a indispensável consolidação orçamental”, disse.

Nota: aguardemos com serenidade a decisão do TC, que ou muito me engano diz que podem cortar desde que seja transitório, ou melhor transitório-permanente....


Veja aqui quanto fica a perder para se pagarem os juros da troika...e encher o cu ao grande capital

http://ei.montepio.pt/assets/Simulador-salario-FP-2014.xlsx


sexta-feira, 27 de dezembro de 2013

2014 vem aí e vão dizer-nos que tudo está correr bem...

O país continua a cair de podre, a cair de iniciativa, a empobrecer à força toda, mas os comentadores avençados vão lavar o cérebro, dizendo " Portugueses aguentem a pica  só dura até Junho,depois a troika vai embora" e até lá não borrem a pintura e não descambem para acções imprevistas. Cabe a todos os que querem contariar este estado de coisas criar o imprevisto e destabilizar a ordem estabelecida! Vamos a isso, pois não podemos emigrar todos, pois não?

O presente ideal

O presente ideal

sábado, 21 de dezembro de 2013

Corte salarial na função pública: daqui a um mês levamos com a martelada salarial...

Daqui a um mês levamos  com a martelada salarial. Por ora ainda se passeiam os os colegas fps , muitos já desistentes de se informarem , nos centros comerciais, a fazer poucas compras que assim a troika manda. Por mim hoje fui ao Chinês e lá encontrei umas coisas baratas. Será por isso que dizem que a economia retoma. Tenho noção , que outros se debatem com realidades bem mais duras que o corte salarial, que vamos enfrentar.
Mas também sei que para muitos esta será a última estocada e que começarão a ter dívidas por pagar, em diversas frentes. O corte salarial que levaremos daqui a um mês ( digo isto com certeza, pois o PR não pedirá a fiscalização preventiva) será bem mais violento do que o corte nos subsídios, pois mês a mês nos veremos confrontados com o corte, o que é mais brutal na gestão diária das despesas. Mas enfim os fps muitos não se aperceberam do mecanismo que os vai levar a ter um corte salarial  temporário definitivo. Digamos que é como o amor é eterno enquanto dura...

Este Natal, Celina da Piedade


sexta-feira, 20 de dezembro de 2013

Efeito dominó

Efeito dominó

Ontem foi noite de luta,frente ao Palácio de Belém





Cavaco também apareceu na Concentração como comprova a foto!

Tribunal Constitucional veta Corte nas pensões CGA- meus amigos, os Swaps, as PPPs , as rendas execssivas e outras alcavalas também são despesa!!!

O Tribunal Constitucional decidiu e desta vez por unanimidade- as pensões até podem ser cortadas, mas não desta forma grosseira. Ia tudo a eito com corte de 10 por cento. Tudo tratado da mesma forma: só os mal intencionados ou os parvinhos ( há aí muitos) podiam aceitar e concordar, pois tratava pessoas que descontaram 40 anos ou mais da mesma forma que pessoas que descontaram 30 anos , por exemplo. Por outro lado o TC fala do princípio da confiança, que tal como o bom senso é um bem que está muito muito escasso no mercado. Por isso tal como com diz a camarada Manuela Ferreira Leite ( sim foi ela que disse)

- Então , se se cortam - unilateralmente- salários e pensões das mais diversas formas, porque é que as rendas execessivas ( EDP),os Swaps, as PPPs não têm também um corte unilateral?

Com os senhores do dinheiro tudo é negociado- veja-se a renegociação dos Swaps em que a Banca não perdeu dinheiro com a mesma...e foi tudo- volto a frisar negociado!!!!

Pior será com os salários desses malandros, os funcionários públicos, que depois de term levado com um aumento de horário, vão levar com um corte salarial, porque o senhor Cavaco não vai enviar o OE para fiscalização preventiva. Levam com os corte até 12 por cento e depois lá para o meio do ano o TC dirá qualquer coisa: se calhar que é inconstitucional , mas este ano têm de chupar com o corte....

Mas a campanha contra o Tribunal Constitucional vai continuar, os comentadores anafados com o dinheiro do capital vão gritar, Meu deus é um Tribunal Comunista, Meu Deus, ainda há direitos adquiridos e nós queríamos era que só houvesse um Princípio : o da Incerteza, Meu Deus, como é que impomos a nossa total tirania com estes senhores a chumbar as nosssas leis? É o fim do mundo dirão esses comentadores, é pior que as setes pragas do Egipto, Meu Deus como impomos a miséria e a subserviência total com estes senhores a cortar nos as pernas....Enfim foi já hoje assim durante todo o dia, após a decisão e assim será até vir a próxima novidade "informativa".A TV serve para mesmo para PROPAGANDA do regime e lá vai tendo um ou outro a contrariar a coisa

quarta-feira, 18 de dezembro de 2013

quinta-feira, 12 de dezembro de 2013

Natal dos Simples, José Afonso

Meu Deus chamaram mentiroso ao Helder Rosalino, ele não é mentiroso ... é aldrabão

Meu Deus este senhor Rosalino quer vender a ideia de modernização na função pública, mas só um exemplo como fazê lo se :

- Existem 30 mil pessoas desempregadas a desempenhar funções de funcionário público através de contrato de emprego e inserção, a receber o subsídio de desemprego, mais o passe e mais 20 por cento... e que ao fim de um ano são despachados e venham outros.

Estes desempregados estão nas Escolas, nos Centros de Saude, na Segurança Social, etc e disto a comunicação social não quer falar. Parecem funcionários públicos , mas são desempregados...

Desaparecido, Manu Chao

quarta-feira, 11 de dezembro de 2013

Mais uma notícia da retoma económica... Prosegur e Moviflor, em despedimento e lay off

A retoma económica continua como afirma o Governo, por isso as empresas continuam a despedir ( Prosegur) ou  com os esquemas (lay off) no caso da Moviflor. A retoma económica não é de certeza para os trabalhadores, para outros será...

Deixo vos imagem do zé povinho, que tudo aguentava, agora acho que não vai aguentar mesmo...

segunda-feira, 9 de dezembro de 2013

The Carnival is over, Dead can Dance


CGA falha os calculos de pensões de 2012 e 2013


Tendo em conta o trabalho do economista do Eugénio Rosa deixamos link para o seu site. A CGA calculou mal algumas reformas de 2012 e 2013. é tempo destes aposentados agirem



http://www.eugeniorosa.com/Sites/eugeniorosa.com/Documentos/2013/2013-AposentacaoFDez.xls

As manifestações na Ucrania e dedo da UE e dos EUA..., e Merkel do lado dos manifestantes!!

As manifestações na Ucrânia têm o dedidinho claro da UE e dos EUA. Os manifestantes têm todo um apoio de gente nojenta como Durão Barroso e outros líderes ocidentais. Por lá os manifestantes que têm episódios violentos são bons, por cá invadem se umas escadarias e uns ministérios e Meu Deus que a ordem já está em causa, e cuidado com os mauzões comunas...

Por cá chegará o tempo das manifs anti UE e anti euro,( não falta muito) e aí quero ver se vai haber tanta complacência...

Leia-se esta notícia:

A chanceler alemã vai apoiar o líder da oposição da Ucrânia e campeão de boxe daquele país, Vitali Klitschko, em alternativa à recandidatura do atual presidente, Viktor Yanukovich, noticia hoje o semanário 'Der Spiegel'.
De acordo com o jornal alemão, o apoio da chanceler e dos partidos mais conservadores da União Europeia vai incluir aparições públicas e encontros bilaterais com o candidato, que está radicado na Alemanha.
Ainda segundo as informações recolhidas pelo jornal, o candidato presidencial vai intervir na próxima reunião de líderes populares da Europa, que será realizada em meados deste mês, em Bruxelas, e terá uma reunião com Angela Merkel.
A notícia surge dias depois de a Ucrânia ter cancelado a assinatura de um acordo comercial com a União Europeia, escolhendo estrategicamente virar-se mais para a Rússia do que para a Europa, e de fortes confrontos entre a polícia e manifestantes críticos  da escolha do governo ucraniano.
Já esta semana, o ministro dos Negócios Estrangeiros português, Rui Machete, considerou que a Rússia fez uma "pressão indevida" sobre a Ucrânia, mas disse esperar que essa opção possa "vir a ser revista".
Questionado sobre os confrontos dos últimos dias em Kiev, Rui Machete disse que Portugal subscreve a declaração dos ministros da NATO, aprovada na terça-feira, a condenar o uso da violência e a apelar à moderação e considerou que o tema do acordo comercial não está "completamente encerrado".
"Há a ideia de que se vão proporcionar condições para que mais tarde essa opção possa ser revista, a Ucrânia é um país europeu, que tem manifestado muito interesse em aproximar-se da União Europeia", assinalou Machete.


domingo, 8 de dezembro de 2013

Homenagem a Nelson Mandela leva a processo disciplinar ...da Federação Futebol Turca!

Drogba  (foto AP)
Homenagem a Nelson Mandela vale processo disciplinar a Drogba e Eboué
Por Redação

A Federação Turca de Futebol vai instaurar processos disciplinares a Didier Drogba e Emmanuel Eboue.

Na base desta decisão está o facto dos dois costa-marfinenses terem homenageado Nelson Mandela, que na quinta-feira faleceu aos 95 anos. Os dois jogadores do Galatasaray infringiram a norma que proíbe a exibição de mensagens de cariz político, anunciou neste domingo o órgão que rege o futebol turco.

As homenagens de Drogba e Eboué ocorreram no final do jogo em que o Gala, de Bruma, venceu o Elazigspor, na úitlima sexta-feira.

Rui Rio, o novo novo sabonete que a comunicação social nos quer vender

 
Rui Rio é o novo sabonete que nos querem vender. a comunicação social, os comentadores pagos pelo dinheiro dizem que este senhor é o máximo. Este senhor é um autoritário : teve problemas com diversos agentes culturais do Porto, teve problemas com o PCP proibindo mupis ( foi condenado em tribunal por isso mesmo). é um daqueles senhores autoritários que a comunicação social adora e o PSD bajula e é apenas o seguidor da mesma política de Passos Coelho , apesar das tangas de que estará contra Passos ( mas não contra a sua política)
 
 
 

sexta-feira, 6 de dezembro de 2013

Merry Christmas baby, Etta James

Excelente versão!

Nós não ( postado do blog Ladrões de Bicicletas)

Nós não
Economia da Islândia cresce 6,1% no terceiro trimestre. Não se compara com o nosso milagre económico. É por esta e por outras que, a fazer fé na nossa casta muito viajada e que gosta de moeda forte, nós por aqui não precisamos de coisas anacrónicas como controlos de capitais, reestruturações das dívidas ou desvalorizações cambiais. Isso é para países atrasados e que ainda não aprenderam que vivemos num mundo todo globalizado e pós-nacional, um mundo onde a soberania é coisa do passado e a democracia também.

" Tudo é considerado impossível até acontecer", Nelson Mandela



Este é um lema para todos que querem mudar o que o rodeia , no sentido do progresso. Vamos esquecer os elogios de gente que sempre teve desprezo por este homem e focarmo-nos neste lema!

quarta-feira, 4 de dezembro de 2013

Cortes Salariais- Agora é a vez do privado... exige o FMI



Este processo é à vez. Impõe se cortes no sector publico, e depois diz se, bem afinal também falta cortar no privado ( o ajustamento no privado não estava já feito? Não era o que nos vendiam?). agora falam de empresas de comunicação e energia, mas o que esta gente quer é cortar todos os salários e a achinesar o nosso país cada vez mais...

terça-feira, 3 de dezembro de 2013

Quando chega o Natal, Deolinda


Esta deixou me assim... Tribunal Constitucional pede sigilo ao Governo sobre argumentação do corte das pensões....

Confesso , fiquei baralhado. O Governo é que enviou a fundamentação sobre o corte nas pensões da CGA a partir dos 600 euros, mas é o TC que pede para que o Governo não divulgue essa fundamentação.  Confusos? é o sigilo, ou será que é o cozinhado à moda portuguesa. Também sobre as 40 h ninguém conhece a carta enviada pelo Governo ao TC...Sigilo , para nos lixar bem sem sabermos de nada!

domingo, 1 de dezembro de 2013

As 40h e o "favor" do Tribunal Constitucional, segundo Marcelo Rebelo de Sousa

De facto quem lê a lei das 40h ( Lei 68/2013, 29 de Agosto) vê com clareza o que lá está escrito: as 40h são o horário mínimo! Bem mas o Governo mandou uma cartinha explicativa ao TC , dizendo que afinal não, onde se lê horário mínimo leia-se horário máximo e que depois para futuro pós troika talvez podem haver acordos de horários com menos de 40h... Hoje Marcelo assumiu que o TC e os sete juízes lá fizeram o "favor" de aceitar a explicação...Veremos que outras explicações aceitam...

Nota: o tripalio agradece a explicação pedagógica de Marcelo

Alerta Natal 2013: Vem aí o tempo da Isabel Jonet, dos pobrezinhos e de nos lavarem o cérebro porque há sempre alguém pior que nós!

Chegou o tempo das notícias incidirem sobre quem está pior que nós. O tempo que tenta culpabilizar quem se mexe. Pois o que deveríamos era ficar todos sossegados, pois como nos conta a comunicação social dominante há sempre alguém pior do que nós... já nem o pai natal aguenta...s...

1º de Dezembro 1640- para quem ainda quer aprender

Deixo vos a história do 1º de Dezembro , contado por uns miúdos do 8º ano, mas com qualidade e sintéctico. Resta saber no momento actual se liquidaremos os muitos Migueis Vasconcelos que andam para aí...

sexta-feira, 29 de novembro de 2013

Centro Nacional de Pensões encerra refeitório dos seus trabalhadores e reformados...

 
Tomámos conhecimento de que hoje houve mais um encerramento: o Refeitório dos Trabalhadores e Reformados do CNP, que terá actualmente cerca de 500 trabalhadores. Fecha sem alternativa. E assim os trabalhadores trazem a marmita mas comem na sua sala... e já gozam... Parece que também em Santarém na Segurança Social sucedeu o mesmo! Vai ser sempre a aviar a fechar !!

Loja Cidadão Restauradores encerra a 30 de Dezembro... e a anunciada Loja do Terreiro do Paço já não vai abrir!



Era uma vez uma Loja do Cidadão que tinha uma utilização média de 3000 utentes por dia... O Governo tendo em conta a renda muito cara decidiu fechar este espaço ( a 31 de Dezembro) e tinha vendido uma mentira: de que ia abrir uma nova no Terreiro do Paço ( Estação Fluvial). Mas afinal era mentira: a Loja do Terreiro do Paço não é para abrir. Assim 3000 utentes por dia vão engrossar as restantes Lojas do Cidadão e serviços ( públicos e privados) e os trabalhadores serão disseminados por outros serviços. é assim a Reforma do Estado!

Build me up and break me down, Dream Theater


quinta-feira, 28 de novembro de 2013

Figuras em destaque

Figuras em destaque

Despedimento dos trabalhadores dos Estaleiros Navais de Viana do Castelo: 30 milhões para despedir- para isso já há dinheiro!



Para destruir este governo arranja sempre dinheiro, de facto. 30 milhões para despedir os trabalhadores dos Estaleiros, mas que não servem para adiantar trabalhos previstos. As negociatas deste Governo estão em marcha , os Estaleiros são só mais uma. Ou há uma insurreição nacional ou este Governo conduz nos à mais pura miséria!

terça-feira, 26 de novembro de 2013

Dia da Indignação- Foi dia de exercer o direito à resistência!


Tribunal Constitucional aprovas as 40h para os funcionários públicos...e de seguida vem o corte salarial para 500 mil, o massacre continua!

Em 13 juízes, 7 votaram a favor e 6 votaram contra a lei das 40h. Significa que a lei das 40h é constitucional na visão do TC. Significa que tendo em conta a crise, o serviço público, e outro bla, bla de retórica constitucional , o horário pode ser aumentado e de seguida e já mesmo a seguir o salário pode reduzido. Porque é mesmo isso que vai suceder, independentemente da posição do TC sobre o corte dos salários.
Isto porque o PR não vai enviar o OE 2014 para fiscalização preventiva ( mesmo isso não garantia uma decisão favorável) e como tal vamos levar a martelada nos salários em Janeiro. Depois veremos se o TC vai ser tão rápido na decisão relativamente ao corte salarial como foi com o aumento do horário de trabalho ( só levou 2 meses a decidir, mais rápido não podia haver). E veremos e rezemos ( e lutemos já agora!)  para que não "autorize" o corte salarial  "provisório"... porque aí ficaremos lixados com f para vários anos...

domingo, 24 de novembro de 2013

Ontem, em Espanha milhares manifestaram-se contra a austeridade, contra a ilegalização de manifs...

Milhares manifestam em Madri contra políticas de austeridade
Protestos contra medidas de austeridade e contra lei anti-manifestações tomaram conta das ruas da capital espanhola.
Protestos contra medidas de austeridade e contra lei anti-manifestações tomaram conta das ruas da capital espanhola.
REUTERS/Juan Medina

RFI
As ruas de Madri foram tomadas por milhares de pessoas nesse sábado, 23 de novembro. A passeata, organizada por sindicatos e ONGs, é um protesto contra as medidas de austeridade impostas pelo governo para tentar tirar o país da crise econômica. Os espanhóis também contestam um polêmico projeto de lei, estudado nesse momento pela equipe do primeiro-ministro Mariano Rajoy, que visa censurar as manifestações populares.


Dois anos após a chegada do governo de direita do primeiro-ministro Mariano Rajoy ao poder, os espanhóis decidiram sair novamente às ruas nesse sábado. Convocados pelos sindicatos e organizações não-governamentais representantes de várias categorias da sociedade (funcionários públicos, ecologistas, professores, médicos), milhares de pessoas manifestaram em Madri em protesto contra a crise social que toma conta da Espanha.
Apesar de uma recente retomada econômica do país, os espanhóis continuam insatisfeitos com as políticas de austeridade impostas pelo governo de Rajoy e pela instabilidade econômica e social que ainda paira sobre a Espanha. Um dos termômetros desse contexto são altos índices de desempregos, que atingem cerca de 26% da população ativa.
O sistema bancário, visto como um dos causadores da crise, é um dos principais alvos dos manifestantes. Cartazes pedindo que os bancos sejam “julgados” podiam ser vistas durante o protestos. Faixas reivindicando melhoras nos serviços públicos e nas pensões – fortemente atingidos pelas medidas de rigor do governo – também faziam parte do cortejo.
Alguns participantes também protestaram contra um projeto de lei do governo visando restringir os protestos de rua. O texto, considerado pela esquerda com uma forma de “repressão cidadã” prevê multas de até 600 mil euros (quase 2 milhões de reais) em caso de manifestação não-autorizada, como há dois anos, com o movimento dos Indignados que tomou o centro de Madri. A organização ecologista Greenpeace, que participou da passeata desse sábado, divulgou um comunicado no qual contesta a projeto de lei, apontada como “um atentado ao direito de manifestar publicamente”.


Nota: o fascismo está mesmo aí à porta...

sábado, 23 de novembro de 2013

26 N!OVEMBRO- Dia da INDIGNAÇÂO!



Chega de conversa! é hora de agir!

Ontem a Alameda esteve fechada em protesto contra o fecho do Hospital Pulido Valente...



Algumas dezenas de pessoas protestaram hoje junto ao Hospital Pulido Valente, em Lisboa, contra "o desmantelamento progressivo" dos serviços da unidade de saúde e cortaram a estrada ( a Alameda)

"Prevê-se já um desmantelamento de serviços do hospital e prevê-se o seu fecho, segundo dizem, até ao final do ano. Ao fechar-se serviços, corre-se o risco de muito doentes ficarem numa lista de espera muito maior porque o Hospital de Santa Maria não vai comportar com todos estes doentes", afirmou Ana Pais, da Plataforma Lisboa em defesa do Serviço Nacional de Saúde.
Os manifestantes, a maioria com as fardas e batas do hospital, concentraram-se frente à unidade e durante alguns minutos ocuparam a estrada e interromperam a circulação rodoviária na Alameda das Linhas de Torres, gritando "Estamos a lutar para o Pulido não fechar".
Segundo Ana Pais, o Hospital de Santa Maria não terá capacidade de resposta para os doentes, além de poderem existir despedimentos.
A responsável informou que o Hospital Pulido Valente "tinha 301 camas até começarem a desmantelar serviços, alguns [doentes] já foram para o Hospital Santa Maria, o que está a ser extremamente complicado".
"Temos uma média de uns 300 trabalhadores neste hospital", acrescentou.

Nota: ter médicos, auxiliares, enfermeiros, a cortar a estrada é um sinal... maior do que o dos Polícias!
VAMOS LUTARCONTRA O SEU ENCERRAMENTO!

 

sexta-feira, 22 de novembro de 2013

Ulrich não arranjou trabalho para o filho, lá teve de ir fazer trabalhos técnicos para o Governo ( ai aguenta, aguenta)


Despacho n.º 14730/2013
1 — Ao abrigo do disposto na alínea c) do n.º 1 do artigo 3.º, nos n.ºs 1,

2 e 3 do artigo 11.º e do artigo 12.º do Decreto -Lei n.º 11/2012, de 20 de

janeiro, designo como técnico -especialista o licenciado João Melo de

Castro Ulrich, para realizar estudos e trabalhos técnicos no âmbito das

respetivas habilitações e qualificações profissionais no meu gabinete.

2 — Para efeitos do disposto no n.º 6 do artigo 13.º do referido Decreto-

-Lei, o estatuto remuneratório do designado é o dos adjuntos.

3 — Para efeitos do disposto no artigo 12.º do mesmo Decreto -Lei a

nota curricular do designado é publicada em anexo ao presente despacho,

que produz efeitos desde o dia 13 de setembro de 2013.

4 — Publique -se no Diário da República e promova -se a respetiva




publicitação na página eletrónica do Governo.

4 de novembro de 2013. — O Secretário de Estado das Infraestruturas,
 

 
Transportes e Comunicações, Sérgio Paulo Lopes da Silva Mon